★★★★
★★★★
★★★★
★★★★
★★★
★★★★
★★★★★

8 de noviembre de 2016

(Review 114) - Silence is goldfish

25250548Silence is goldfish
Annabel Pitcher

Editorial Siruela / Orion´s Children Books

Livro Autoconclusivo

308 Páginas
Romance / Juvenil
Goodreads /Amazon / Casa del Libro / 
  

Para leer en Español, haz click AQUI


Annabel Pitcher volta ao universo juvenil com Silence is Goldfish, uma emotiva novela sobre a busca de nossa identidade.

É possível seguir adiante quando 617 palavras escritas em um blog desmontam a sua vida por completo? Como pedir ajuda se sentimos que nossa voz já não nos pertence?

Tess sempre se sentiu fora de lugar, e na noite em que leu sem querer o que seu pai escreveu em uma inesperada página web, compreende definitivamente que nunca conseguirá encaixar em nenhum lugar. Seu silencio e uma lanterna de peixinho colorido serão seus melhores aliados na nova vida que terá que começar a construir; neste transcurso ela perderá a sua melhor amiga, encontrará a uma nova alma gêmea e aprenderá uma lição fundamental: o silencio é muito poderoso, mas as palavras são ainda mais poderosas.

Nesta emotiva e maravilhosamente bem escrita novela, narrada sob a perspectiva de uma jovem de quinze anos que tenta encontrar seu lugar no mundo, a premiada autora de Minha irma mora numa prateleira e de Nuvens de ketchup explora de maneira terna e original questões como a identidade, a comunicação e a importância das sempre complexas relações familiares. 



* Esta resenha é parte da Leitura Conjunta organizada por Folloner@s em colaboração com Ediciones Siruella *

32504959Silence is goldfish é sem dúvidas uma leitura diferente de quase tudo o que eu já havia lido. O livro aborda vários temas, tudo narrado por uma protagonista bastante peculiar. 

Tess é uma adolescente de quinze anos, solitária, introspectiva, tendo que afrontar, dia após dia, provocações por parte de suas colegas de escola, em especial Anna, a abelha rainha, sempre perfeita, por quem Tess nutre uma profundo admiração, e ao mesmo tempo, medo e temor.
Em casa as coisas também são difíceis. Seu pai Jack parece exigir de Tess uma absoluta perfeição. Controlador, para Jack não basta que Tess seja uma aluna excelente. Ela deve se enturmar e ter os amigos mais influentes do instituto. O grande problema é a que a realidade de Tess é bem distante dos garotos populares do instituto. 
Tess tenta agradar Jack de todas as maneiras. Ser a filha perfeita não é fácil, e isso implica em ocultar do pai a verdadeira melhor amiga, Isabel, uma menina esquisita mas com um coração honesto e leal. Isso também implica aceitar todas as decisões de Jack, incluindo estar ao seu lado em projetos dos quais Tess não tem o menor interesse. 

Quando Tess descobre um segredo do pai, através de um blog anonimo, seu mundo desmorona. Se sentindo traída, rejeitada e sozinha, Tess crê que sua vida é uma mentira. Aquele segredo destruiu tudo o que ainda restava de uma vida estável. Todas as certezas e seguranças de Tess foram arrancadas através das palavras reveladas no testemunho deixado por Jack naquele blog. 

"O mundo é grande demais e eu sou pequena demais, uma garota buscando a um desconhecido ente milhares e milhares de pessoas. Eu noto quando um par de rostos que eu nem conheço vagueiam ao meu redor, é tudo vasto como um oceano. Meus pulmões encolhem. Me afogo, estou perdendo a batalha para respirar e preciso me agarrar à alguém, a algo sólido. Mas não há nada. Toda a minha vida é uma mentira."

A partir desse momento, Tess decide que o mundo ao seu redor não merece mais do que o silencio. E através do silencio ela viverá os dias subsequentes, em que aprenderá a perder e a ganhar, a confiar e a desistir. No seu mundo de silencio, Tess verá sonhos nascerem em seu coração, e outras ilusões serem quebradas, e em meio à tudo isso deverá encontrar quem verdadeiramente é enquanto busca incansavelmente por alguém que pode não ter as respostas e o apoio que ela tanto anseia. 
Nesse mundo de silencio, alguém consegue romper as barreiras de Tess. Alguém parece entende-la, alguém em quem ela pode confiar. E esse alguém é nada mais do que a voz de uma lanterna de peixinho colorido que parece falar com Tess desde dentro de sua mente. 

Silence is goldfish é um livro complexo, para quando buscamos algo novo, uma temática que fuja de qualquer padrão, é um livro denso, em que o típico final feliz é algo realmente incerto. A narrativa sob o ponto de vista de Tess, a protagonista, é um acerto por parte da autora. Entender a personagem de Tess é algo extremamente difícil (eu mesma confesso que não consigo entender e concordar com grande parte das atitudes do personagem) e eu acredito que se o leitor não conhecesse a historia sob o seu ponto de vista, provavelmente seria impossível aceitar as opções de Tess.
Tive muitos sentimentos conflitantes com essa protagonista. 
Por um lado, compreendo sua dor e angustia. Tess já não vive um bom momento, se esforçando a todo instante em ser alguém que ela não é. Porém, por muitos momentos na trama, é impossível compactuar com as reações do personagem. Tess age de maneira extremista, as vezes egoísta e na grande maioria das vezes seus problemas poderiam ter sido facilmente solucionados se suas reações não fossem tão absurdas. Durante muitos momentos durante a trama eu cheguei a me questionar sobre a saúde mental da personagem, já que há momentos em que Tess parece exibir sintomas que alertam para algo mais grave do que um ato de protesto por haver sentido-se enganada por sua família. 
Acredito que a dificuldade em entender a protagonista deixou a leitura mais pesada. Ou talvez simplesmente não fosse o momento para ler uma novela mais densa, porém, fato é que eu tive muitos obstáculos durante essa leitura.

Quando aos outros personagens secundários, todos estão extremamente bem desenvolvidos pela autora. Jack, o pai, possui uma personalidade controladora e muitas vezes manipula as situações e as pessoas, para faze-las crer em coisas que convém à ele que as pessoas acreditem. A mãe é demasiado passiva, demasiado conformista e, embora eu tenha gostado da mãe de Tess, gostaria de ter visto mais atitude na personagem, uma mãe mais lutadora.

Conheceremos também os professores de Tess, entre eles o professor de Matemática que terá um papel importante na história. E também Isabel, a melhor amiga de Tess que, desde logo, se tornou meu personagem favorito, por ser leal e extremamente franca.
Henry, o menino popular e charmoso, entra na história para ser algo mais do que um interesse romântico. Henry é extremamente bem articulado, foge do estereótipo do garoto bonitão. 
Deixo claro que Silence is Goldfish não é um romance, mas muito mais uma historia sobre transtornos e medos, e sobre crescer e descobrir-se.

A trama não está mal. A prosa da autora conseguiu me prender e manter meu interesse pois a trama imprevisível impele o leitor a descobrir o desfecho da situação porém, acredito que teria desfrutado mais se a protagonista fosse um pouco mais transparente em seus sentimentos e suas reações houvessem sido um pouco mais maduras, de acordo ao que se esperaria de uma garota de 15 anos.

Resumindo, Silence is goldfish é um livro complexo e que nos apresenta temas extremamente atuais, como o bullying, as famílias com relações estremecidas e uma garota que tenta descobrir seu verdadeiro eu enquanto se imerge em um mundo de absoluto silencio. 


Resultado de imagen para annabel pitcherAnnabel Pitcher é uma autora inglesa, nascida em 1982, em West Yorkshire. Estudou Literatura Inglesa, e depois trabalhou vários anos como professora em um colégio de ensino médio. É conhecida por seus livros dedicados à literatura juvenil. 

Em 2011 publicou o seu primeiro livro, Minha irma mora numa prateleira, com o qual alcançou exito internacional, tendo sua novela traduzida para mais de 20 idiomas e alcançando prêmios como o Brandford Broase, o Hull e o Betty Trask.

Sua seguinte novela, Nuvens de ketchup, saiu à luz em 2013 e foi merecedora de um premio Edgar e de um Waterstone de Literatura Juvenil. Atualmente Pitcher reside na cidade de Yorkshire onde se dedica exclusivamente à literatura. 

Web Page Oficial: http://www.annabelpitcher.com/

Twitter: Annabel Pitcher

Nos Lemos,


Beijos...


15 comentarios:

  1. Olá, o livro parece ser interessante mais acho que a história parece ser um pouco complexa. Gostei do seu ponto de vista sobre o livro. ;)

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Oi, Alice. Pela nota do livro acreditei que a história não era boa, mas percebo que seu grande problema foi revelar o que a protagonista sentia ou queria expressar, acredito que isso acontece com muitos leitores. Estou empacada com um livro porque não suporto a protagonista, e isso dificulta muito a leitura. Mas acho que se a autora resolvesse relançar o livro mudando essas questões da personagem, a história seria muito melhor aproveitada.
    Um abraço!
    Leitora Encantada

    ResponderEliminar
  3. Pois é, eu estava aqui lendo a resenha e assim como você, também cheguei a duvidar da sanidade mental da protagonista, mas na verdade isto no meu caso é até bom, eu adoro livros que me deixam com sentimentos contraditórios...

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Oi Alice, tudo bem?

    O livro tem bons temas e a protagonista parece ser bem complicada. Não conhecia o livro, mas pela resenha parece ser bem interessante!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
  5. Oi
    que bom que gostou da leitura, pela sinopse e resenha parece ser uma leitura interessante e com um bom tema, quem sabe ele seja publicado no Brasil.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Oi, o livro parece ser bem complexo e faz refletir. Acredito que seja uma boa leitura, espero que lance no Brasil. Bjos e parabéns pela resenha!

    Blog Literário 2

    ResponderEliminar
  7. Olá, Alice.
    Não sei se é o tipo de livro que eu leria. Não fui com a cara da protagonista, mas acredito que teria que ler ele para entender melhor a personagem. Vamos ver se vem para o Brasil, dai eu vejo se leio ou não.

    Blog Prefácio

    ResponderEliminar
  8. Hey, Alice!
    Fiquei curiosa para saber que segredo é esse que o pai escondeu tão bem, afinal, ele desencadeou um comportamento um tanto quanto louco na filha, né? Mas achei a protagonista meio confusa... provavelmente eu também não a entenderia, rs.
    Acho que eu leria o livro para tentar entendê-la afinal, e claro, para saber esse segredo tão obscuro (ao que parece).

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    Pausa Para Pitacos | Participe do TOP COMENTARISTA

    ResponderEliminar
  9. Olá Alice, tudo bom?

    Estes temas chamam muito minha atenção e só por isso leria o livro. O segredo que o pai dela escondeu aguçou minha curiosidade. Gosto de tentar desvendar personagens e entender as suas loucuras, inclusive estou lendo algo bem parecido com esse livro.
    Se chegar ao Brasil, com certeza darei uma chance.

    Beijooos,

    Gnoma Leitora

    ResponderEliminar
  10. Oi Alice
    Que livro curioso, fiquei com vontade de saber o que acontece no final. O livro parece ser muito bom e com assuntos bem atuais.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  11. Gostei da resenha Alice. Achei a temática abordada pela autora bem interessante, apesar de ser perceptível que ela pecou em alguns aspectos. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderEliminar
  12. Oi, Alice!
    Senti uma vibe da série Awkward aí, mas acho que só por conta da postagem e tals... Eu ainda estou em dúvida se dou uma chance ou não hahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderEliminar
  13. Oi Alice! Amei sua resenha e acho que esse não é o meu tipo de livro, apesar de ter ficado curiosa sobre o segredo do pai dela hahaha
    bjs
    Patricia Barucco
    Blog Leio Livro

    ResponderEliminar
  14. Oi, Alice!
    Realmente, trama incerta e com um final feliz que talvez não chegue nos faz agarrar a leitura e não soltar mais.
    Eu gosto de ler livros assim fora da zona de conforto de vez em quando.
    É bom para nos dar uma sacudida e ver que nem tudo são flores.
    Fiquei muito curiosa com a trama, principalmente sobre o post do pai de Tess.
    :D

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderEliminar
  15. Parece ser um livro interessante. Nunca tinha ouvido falar, mas gostei muito da proposta. A personagem principal parece ser sensacional. ^^ Amei a capa também.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderEliminar