★★★★
★★★
★★
★★★★★
★★★★
★★★★
★★★★

1 de noviembre de 2016

(Review 112) - Sete minutos depois da meia-noite

Sete Minutos Depois da Meia-NoiteA Monster calls
Patrick Ness

Nube de Tinta / Debolsillo / Novo Conceito / Editorial Presença

Libro Autoconclusivo

209 Páginas
Romance / Juvenil
Para leer en Español, haz click AQUI

Conor é um garoto de treze anos e está com muitos problemas na vida.

A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar todas as noites, às 00h07, ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido.
O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa frágil e perigosa. O monstro quer a verdade.

Baseado na idéia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão, e também da coragem e compaixão necessárias para ultrapassá-los.



* Esta resenha é parte da Leitura Conjunta organizada por Folloner@s

Sete minutos depois da meia-noite sempre foi um livro que apesar de me chamar a atenção, eu não me decidia em ler. Näo tinha certeza de que fosse gostar, achava que poderia ser uma leitura pesada, em alguns sites estava catalogado como uma história de terror... enfim, apesar das resenhas geniais que já li sobre o livro, algo me colocava com o pé atrás. Até que finalmente, aproveitei que o Folloner@s escolheu esse livro como Leitura principal do mês de Outubro e decidi dar uma oportunidade à essa história curta (o livro tem pouco mais de 200 páginas e consegui terminá-lo em um dia). 

Eu vou resumir de maneira bastante curta a história simplesmente porque Sete minutos depois da meia-noite é um daqueles livros que não precisam ser resumidos já que a magia está justamente em acompanhar a história e descobrir passo a passo o desenlace. 

Connor é um garoto de 13 anos que enfrenta uma dura realidade. Sua mãe está enferma, muito enferma. Ela já perdeu os cabelos e os diversos tratamentos ao que se submeteu apenas serviram para enfraquece-la mais. Entre idas e vindas ao hospital, Connor decidiu afastar-se do mundo. Quando a árvore em frente à sua casa ganha vida e o visita algumas noites, sempre às 00:07, Connor está seguro que tudo é um sonho. Mas, como explicar toda a sujeira que encontra ao despertar?
A árvore, que agora é um grande monstro com braços, pernas e voz própria, tem uma missão especial: ele está ali para contar à Connor três histórias, três conselhos simples que ajudarão Connor a contar a sua própria historia, a ultima.

20433785Dois pontos negativos que destaco nesse livro é o seu curto número de paginas e o seu final abrupto. Sinceramente, fez falta um epílogo à história.
Por se tratar de uma história que avança rápido, é muito difícil conhecer verdadeiramente os personagens. Temos o pai de Connor e a sua avó, mas não terminamos por conhece-los profundamente. O pai de Connor, por certo, foi um personagem que desgostei profundamente.
Mesmo Connor, o protagonista, não chegamos a conhecer a fundo e, esse fato, me impediu de sentir uma profunda empatia ou um apego pelo personagem. Eu gostaria de ter conhecido mais detalhes e mais facetas de Connor.

O final, como já disse, foi repentino demais. Eu já imaginava o desenlace, não é um final imprevisível porém, eu achei demasiado rápido, muitas perguntas sobre o destino de Connor ficam sem respostas e ao meu ver, é um pouco frustrante, já que eu gosto de saber qual o destino dos personagens.

O livro possui muitos pontos positivos que certamente superaram os seus pontos negativos.
Patrick Ness sabe trazer-nos com maestria uma obra em que a fantasia e a mais dolorosa realidade se misturam. O autor traz à tona temas como o bullying, a morte, o abandono, a solidão humana e a carência misturado com fantasia e a presença de um misterioso e cativante monstro cheio de sabedoria. 
O livro é emotivo, a situação de Connor é comovente e dura. Há momentos em que o desamparo do personagem se faz tão evidente que o leitor pode sentir a dor de Connor, o autor nos traz situações tão realistas que é como se estivéssemos ali, vivendo aquele momento.

Narrado em terceira pessoa, Sete minutos depois da meia-noite se lê muito rápido, traz uma história simples, fácil de entender e, apesar de ser um livro curto, possui um rol de personagens até que amplo que vai desde o garoto protagonista e sua família, até os colegas da escola.

Resumindo, Sete minutos depois da meia-noite é uma novela curta e comovente sobre a solidão humana e a incompreensão. Uma mistura perfeita e coerente de fantasia com a triste realidade de um garoto que se sente só e deverá aprender a enfrentar a sua própria verdade sem perder a fé em si mesmo. 





Resultado de imagen para patrick nessPatrick Ness nasceu na Virgínia, Estados Unidos no ano de 1971, mas vive em Londres desde 1999. É considerado uma das vozes mais talentosas da literatura inglesa contemporânea para jovens adultos e tem sido distinguido com alguns dos mais prestigiados prémios literários, entre eles a Carnegie Medal, o Guardian Children’s Fiction Prize, o Costa Children’s Book of the Year Prize e o Booktrust Teenage Prize.

Web page oficial: http://www.patrickness.com/

Twitter: Patrick Ness


Nos Lemos,


14 comentarios:

  1. Olá, Alice. Tudo bem?
    =)

    Eu sou louco para ler esse livro, ele tem além de uma sinopse muito interessante uma capa bem convidativa.
    Gostei dessa metáfora do monstro, com a verdade. Só me faz lembrar daquele velho ditado que diz que "a verdade dói". Fiquei ainda mais curioso para saber mais da história.
    Preciso ler!!!

    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com
    Instagram: @vidaeletras

    ResponderEliminar
  2. OOOOOI

    apesar do livro parecer ser ótimo pela premissa, é um pouco triste quando os finais chegam assim de forma abrupta. Você percebe que as páginas estão acabando e se recusa a acreditar que o final tá se seguindo daquele jeito HAHAH Já passei bastante por isso :B
    talvez o autor precisasse explorar mais os personagens, né? :T

    beeeeeijo
    beinghellz.com

    ResponderEliminar
  3. Oi, Alice!
    Eu só via esse livro, mas não sabia muito bem do que se tratava.
    Odeio finais abruptos, vide A Culpa É das Estrelas.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderEliminar
  4. Oi Alice! Como vai?
    Eu conhecia esse livro ainda pelo nome antigo, O Chamado do Monstro, mas agora que vai sair um filme, mudaram o nome...
    Sempre achei bem interessante e muito curioso para saber como tudo se desenrola. Uma pena que ele seja tão abrupto e não se desenvolva da melhor forma.
    Bjs!

    -Ricardo, Blog Lapso de Leitura

    ResponderEliminar
  5. Oi Alice
    Não conhecia este livro, mas tem um enredo muito bom! Fiquei interessada! òtima resenha, deu para ter uma boa visão do contexto.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Esse não é um livro que eu gostaria de ler no momento. Mas eu gostei muito da sua resenha, o enredo parece ser interessante.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  7. Eu vi que este filme estava no cinema. Por aqui também tem o livro, mas não li e nem assisti ainda. Mas parece ser bem bonita a história, apesar de ter algumas falhas no livro como você comentou.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  8. Oi Alice

    Já estava de olho nesse livro e agora fiquei ainda mais interessada em lê-lo.
    Parabéns pela resenha.

    Beijo.
    Alana Marques
    colecionadoresdelivross.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  9. Oi
    que bom que foi uma boa leitura, apesar de seus pontos negativos não serem tão ruins, ainda não tinha lido nenhuma resenha dele e por isso nem sabia do que se tratava, achei a premissa interessante.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. Oi, Alice. Ainda não conhecia a história, mas a sinopse parece interessante. Só fiquei um tanto receosa pelo fato de ser uma história um tanto curta, tendo tanta coisa para contar. Ainda assim coloquei na minha lista para ler futuramente.

    Abraços.
    constelacaopyxis.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  11. Eu estou ansiosa para minha edição de 7 minutos chegar, gosto muito dos livros do catalogo da Novo Conceito e quando vi esse entre os lançamentos curtir da capa a sinopse. Sua resenha foi a primeira que li e me ajudou a ajustar minhas expectativas.

    Jaci
    O Que Tem Na Nossa Estante

    ResponderEliminar
  12. Não conhecia o autor, e a sinopse do livro não me chamou muito a atenção mas só de saber que envolve temas como bullying, morte e solidão misturados com fantasia já me deixou super empolgada para ler \o/
    A M E I a capa espanhola (?), muito linda <3
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderEliminar
  13. Oi, Alice! Tudo bem? Eu acho a premissa desse livro muito legal. Sua resenha, mesmo apontando alguns pontos negativos da obra, me fez querer a obra. Gosto desse tema: solidão. Então acho que vou curtir o livro! :)

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  14. Oi Alice!! Eu imaginava um enredo completamente diferente quando analisei a capa rsrs. Acreditava ser uma estória de terror. Eu não sei se leria ou não, gosto de todos os elementos que compõem a trama, principalmente a fantasia, porém, o seu ponto negativo me deixou receosa.

    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar