7 de septiembre de 2016

(Review 96) - Method 15/33

30761762Method 15/33
Shannon Kirk

Ediciones B / Oceanview
Autoconclusivo
368 Páginas
 Romance / Intriga / Thriller / Juvenil 

Para leer en Español, haz click AQUI


Imagine uma garota de dezesseis anos, grávida e vulnerável, a quem acabam de arrancar de dentro da tranquilidade de seu lar para jogá-la dentro de um furgão velho. 
Raptada... Sozinha... Aterrorizada...

Agora imagine que essa garota é uma perspicaz manipuladora de dezesseis anos que, desde os primeiros minutos de seu sequestro, se centra, com serenidade e determinação, em duas únicas coisas: salvar ao filho que carrega em seu ventre e se vingar.

Metódica e calculadora, ela colocará em marcha um plano organizado de maneira quase científica em que nada será ao azar. Sua férrea força de vontade e sua astúcia serão suas melhores armas contra a brutalidade de seus captores, e o único que lhe faltará fazer será esperar o momento ideal para atacar.


* Esta resenha faz parte da Leitura Conjunta organizada por Folloner@s Club

El Metodo 15/33 é um thriller que mantém o leitor em clima constante de suspense. A historia é simples e ao mesmo tempo incrivelmente viciante.

Lisa é uma garota de dezessete anos que está grávida do namorado, Lenny. Um dia, quando caminhava tranquilamente para mais um dia de aulas, Lisa é sequestrada por um homem desconhecido. Colocada em uma caminhonete e arrancada de sua família, namorado e amigos, Lisa conhecerá por muitos dias apenas as paredes de seu cativeiro, em outro estado, longe de sua casa e tendo apenas a presença de seu captor como companhia.

O livro nos narra os dias de Lisa no cativeiro e a intrincada elaboração de seu plano de fuga, um plano perfeito, calculado de maneira metódica e cuidadosa, por uma garota com uma inteligência acima da média e uma frieza capaz de surpreender à cada página

Fica complicado contar a trama, pois cada acontecimento está tão intimamente ligado ao anterior que o grande trunfo da autora é nos fazer ir descobrindo (e nos surpreendendo) com o raciocínio de Lisa à medida que as páginas avançam. 

O Método 15/33 nos traz elementos novos: aqui a vítima não é exatamente uma "pobre vítima indefesa". Lisa é uma pessoa analítica, desprovida de emoções. Lisa é astuta, calculista e decide tomar as rédeas de sua situação, invertendo o jogo e trazendo elementos novos: a vítima se torna o carrasco e o captor pronto se torna a presa. E utilizando de escassos recursos e objetos improváveis, Lisa surpreenderá não apenas seus captores mas também o leitor com um plano milimetricamente elaborado


"O amor é a emoção que resulta mais fácil de apagar, porém é a mais difícil de acender. Enquanto isso, as emoções que se acendem com mais facilidade, e que são mais difíceis de apagar, são: o ódio, o remorso, a culpa e, a mais comum de todas, o medo. Apaixonar-se é algo completamente distinto. Para dizer a verdade, o apaixonar-se sequer deveria ser considerado como uma emoção. Apaixonar-se é um estado involuntário causado por uma reação química mensurável, que provoca um ciclo viciante que a parte física da pessoa deseja manter constantemente acesa. Até esse momento, só me apaixonei uma vez: o dia em que uma vida minúscula palpitou em meu corpo. Que dia incomum para mim: a certeza de ser consciente dessa nova realidade, um sentimento que se misturava com emoção, abrindo caminho até o meu coração e se enterrando ali. Faria qualquer coisa para proteger e prolongar esse sentimento de amor supremo, um amor que invadiu a minha vida e para o qual não há nenhuma possibilidade de se apagar."

Como personagens principais do livro teremos a Lisa, essa adolescente tão peculiar, calculista, científica. Desde pequena, após um incidente na escola, Lisa foi diagnosticada por especialistas como alguém desprovido de emoções. Em outras palavras, Lisa foi diagnosticada como sendo uma sociopata
Com uma personalidade extremamente fria, e com uma mente brilhante, Lisa apresenta ao leitor seus 33 dias de cativeiro e como conseguiu desligar-se de qualquer emoção para focar-se unicamente em um único objetivo: vingar-se de seus sequestradores
28696392
Os capítulos são narrados em primeira pessoa, na voz da própria Lisa que comparte com o leitor seus pensamentos mais sombrios e nos desafia a desentranhar o seu eficaz plano de fuga e vingança. Intercalando com Lisa, também temos como narrador o detetive Liu Roger, o responsável pela investigação do caso da garota desaparecida que, com uma mente aguda e intuitiva, não descansará até encontrar a adolescente grávida raptada por psicopatas.

Ao ser um livro quase em forma de relato, aonde Lisa nos narra seu dia a dia, alguns momentos se tornaram bastante pesados. Entendo que alguns fatos e informações foram necessários para que o final da trama pudesse ser esclarecido sem deixar dúvidas no leitor porém, a narrativa inicial, com pouca ação, se tornou bastante cansativa em certa parte da leitura.
Há muitas descrições e também fatos científicos apresentados no livro, e isso também tornou a leitura ainda mais devagar e pesada.

O final foi bem fechado, sem deixar nenhuma ponta solta. Achei bastante interessante a maneira como a autora nos apresenta o desfecho da história, e posso concluir que foi uma leitura que, com seus altos e baixos, valeu a pena

Lisa é uma protagonista singular, nunca havia lido um livro aonde uma pessoa com o perfil de Lisa fosse a vítima, e achei extremamente original por parte da autora. 
A história é convincente, e embora não seja um livro excepcional, vale a pena ler para conhecer a enigmática personagem principal que é, certamente, o ponto forte da leitura.

Resumindo, El Metodo 15/33 é um thriller de altos e baixos. Embora tenha uma narrativa pesada e cansativa em muitos momentos, apresenta-nos uma protagonista diferente, peculiar e extremamente interessante que acaba fazendo toda a leitura valer a pena. É um livro que indico à todos os amantes do thriller ou para quando nos apetece ler um suspense mais denso e intricado, que escapa de qualquer clichê.







Resultado de imagen para shannon kirk methodShannon Kirk é advogada e professora de Direito. Se graduou na Faculdade de Direito de Suffolk e exerceu a profissão em Chicago, antes de mudar para Massachusetts. Por três vezes foi finalista no William Faulkner-William Wisdom Creative Writing Competition. Vive em Massachusetts com seu marido que é físico, e seu filho. 

O método 15/33 é a sua primeira novela, que venceu o prêmio National Indie Excellence como melhor novela de suspense de 2015, assim como o IBPA Benjamin Franklin Award 2016 nesta mesma categoría. 

Os direitos de publicação do livro já foram vendidos à mais de dezessete países, e os direitos de adaptação para o cinema foram adquiridos pela Next Wednesday Productions.

Web Page Oficial: http://shannonkirkbooks.com/


Twitter: Shannon Kirk


Nos Lemos,

17 comentarios:

  1. Olá, tudo bem? Esse livro parece ser muito bom, bem misterioso também. Adorei sua resenha e fiquei doida para ler essa estória e saber mais.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderEliminar
  2. Meu deus, que livro!! E que escolha ruim do sequestrador, ein? Foi raptar bem uma sociopata hahaha meu, adorei, eu sou louca por temáticas de sequestro e psicopatas e imagino que o fato de ela estar grávida também conta pra dar um ar diferente. É uma pena que a leitura seja pesada e cansativa, mas imagino que valha a pena por todo o resto!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Nossa que livro intenso! Fiquei com muita vontade de o le-lo, vou esperar ansiosamente ele ser publicado aqui no Brasil! uheuheuhe

    Abraços,

    Blog Decidindo-se \o/

    ResponderEliminar
  4. Gostei da resenha Alice. Saber que a protagonista é analítica e uma exímia sociopata só me deixou ainda mais curiosa para ler o livro. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderEliminar
  5. Olá, Alice.
    Não conhecia o livro, mas fiquei animado para conferir a obra. Essa personagem mais analítica e fria certamente vai me ganhar.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    ResponderEliminar
  6. Oi Alice!

    Caramba eu não conhecia o livro que admito que me deixou bastante intrigada, eu adoro faz pesquisas sobre essas coisas, o que achei mais interessante e que o quadro vira completamente, diferente das outras estórias que vitima sempre e indefesa, acredito que esse seja ponto principal do livro, fiquei curiosa para saber sobre os planos dela, eu tenho algumas hipóteses do que por que ela ter sido sequestrada, mas só lendo pra saber, adorei a resenha.

    Beijinhos

    https://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  7. Oi, Alice.
    Eu sou completamente apaixonada por enredos deste tipo: sequestro e narração dos fatos durante o tempo que a vítima ficou em cativeiro. Já li dois assim, um já está na lista e se caso esse livro tiver em português, ele também já estará lá. O que chama atenção é justamente o fato da vítima ser uma sociopata, pronta para fazer de tudo para escapar. Gosto de entender a mente de pessoas assim, e amo as características que elas tem - calculista e cientifica.
    Vou anotar a dica.
    Beijo, Visite o Leitora Encantada

    ResponderEliminar
  8. Oi Alice!

    Não sou amante do gênero, mas confesso que fiquei bem curiosa, mesmo porque só de ler a resenha eu já fiquei bem angustiada! Vou anotar da dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
  9. Oi Alice,
    Confesso que a premissa do livro não me chamou tanta atenção, acho que mais por ser um gênero que eu não costumo ler muito.
    Mas adorei conhecer um pouquinho da história.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderEliminar
  10. Olá, Alice.
    Esse sequestrador é um azarado. tanta gente para sequestrar hehe. Acho que não tem ele aqui no Brasil ainda, mas quando sair vou querer ler com certeza. Porque a inversão de papéis é muito interessante e chama a minha atenção.

    Blog Prefácio

    ResponderEliminar
  11. Você descreveu algumas coisas que eu prezo num livro: gosto de suspenses desses que não te deixam largar o livro até saber o que acontece e gosto de personagens principais diferenciadas em relação aos padrões de literatura habitual. Curti a capa também, o que sempre é um ponto a mais *-*

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderEliminar
  12. Oi Alice!
    Não conhecia o livro, mas já assisti um filme com tema parecido.
    Parece interessante!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderEliminar
  13. Oi Alice! Eu achei bem intrigante esta vítima tão fria e centrada em um plano de fuga sob tanta pressão, gostaria de conferir para saber se ela conseguiu se sair bem.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  14. Oi Alice.

    Nooossa!
    Ao ler a sinopse, eu já me empolguei...
    Parabéns pela resenha, amei saber que tem um livro assim.
    Amo esse tipo de proposta.
    Até fiquei ansiosa.
    Você leu em espanhol, né?
    Vou procurar em português haha
    Se não, vou arriscar espanhol mesmo.

    Obrigada pela resenha.

    Beijos,
    colecionadoresdelivross.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Oi Alice,
    De uns tempos para cá, estou lendo thrillers, mas não sei se já cheguei nesse nível, rs.
    Parece algo bem forte, no momento, tenho alguns outros na frente, então vou adiar um pouco essa leitura.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. Oi Alice!
    Não conhecia o livro e achei super interessante isso de a vítima ser uma sociopata e de acompanharmos a história justamente pela visão dela. Também nunca li um livro assim. Fiquei curiosa para ver como tudo termina.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Oi Alice.

    Nooossa!
    Ao ler a sinopse, eu já me empolguei... Parabéns pela resenha! Não conhecia o livro e acabei ficando super interessada..

    Beijos

    tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar