★★★★
★★★
★★
★★★★★
★★★★
★★★★
★★★★

24 de mayo de 2016

(Review 77) - O Teste

21462103The Testing
Joelle Charbonneau

Oz Editorial / Editora Gente 
Livro 1/3 Saga The Testing
320 Páginas
Distopia / Romance / Juvenil

Para leer en Español, haz click AQUI

No dia da formatura de Malencia 'Cia' Vale e dos jovens da Colônia Cinco Lagos, tudo o que ela consegue imaginar - e esperar - é ser escolhida para o Teste, um programa elaborado pela Comunidade das Nações Unificadas que seleciona os melhores e mais brilhantes recém formados para que se tornam líderes na demorada reconstrução do mundo pós-guerra. Ela sabe que é um caminho árduo, mas existe pouca informação a respeito dessa seleção. Então, ela é finalmente escolhida e seu pai, que também havia participado da seleção, se mostra preocupado.  

Desconfiada de seu futuro, ela corajosamente segue para longe dos amigos e da família, talvez para sempre. O perigo e o terror a aguardam. 
Será que uma jovem é capaz de enfrentar um governo que a escolheu para o defender?



As palavras me ficam curtas para expressar o quanto amei esse início de saga. Sou uma fã assídua das distopias e fantasias que descobri em Os Jogos Vorazes o amor pelo gênero. Em O Teste praticamente voltei a sentir a expectativa que uma boa distopia consegue trazer ao leitor.

Em um mundo devastado por guerras responsáveis pela extinção de grande parte da população, os Estados Unidos se tornaram um alvo durante as guerras, e todas as suas grandes cidades se extinguiram, devastadas por bombas e ataques atômicos e nucleares. O que resta agora da outrora próspera nação é uma grande extensão territorial condenada, infértil e devastada, e uma pequena área, aonde os poucos sobreviventes agruparam-se em pequenas comunidades, umas mais distantes das outras e assim, lutam para sobreviver em meio à recursos escassos, isolados do mundo e com poucas esperanças de melhoria.
A capital que hoje comanda essas pequenas cidades é Tosu City, a mais próspera das novas colônias que, uma vez ao ano, seleciona os jovens mais promissores de cada comunidade para O Teste.

O Teste é um conjunto de provas, aonde os classificados ganham a chance única de frequentar a universidade e a possibilidade de poder ser um dia líderes da nação.
Apenas os vencedores do Teste podem se tornar um dia líderes ou pessoas de prestígio. 

Malencia "Cia" Vale é a mais nova de um grupo de irmãos. Seu pai, um homem inteligente, responsável pelo desenvolvimento de novas tecnologias sustentáveis nas colônias, foi um dos grandes vencedores do Teste em seu tempo. 
Quando Cia é classificada para participar do Teste, seu pai decide revelar à ela as escabrosas lembranças que todas as noites o atormentam. Há dúvidas quanto a veracidade dessas memórias, porém, se não são reais, porque os organizadores do Teste se preocuparam em apagar as memórias de cada participante ao fim de seus respectivos Testes?
Antes de partir, Cia recebe uma última mensagem de seu pai: Não confie em ninguém.

Cia é selecionada aos Testes com outros 3 amigos de sua colônia, Cinco Lagos: Malachi, Zahdria e Thomas. 
Ao princípio ela segue firme, acreditando que O Teste consiste apenas em avaliações sobre conhecimentos gerais e específicos, trabalhos em equipe e testes de liderança, porém, quando os participantes são abandonados à própria sorte para sobreviver em uma Chicago não apenas devastada pela guerra mas também povoada por mutações violentas, Cia deverá escolher em quem pode confiar para sobreviver e quando os seus próprios amigos ameaçam trair-la, a sobrevivência de Cia se torna cada vez mais incerta.

Basicamente, essa é a atraente premissa de O Teste e já os digo: página a página, capítulo à capítulo, a autora consegue não apenas prender o leitor, porém surpreender, deixar-nos com o coração em pedaços e ao fim, com os cabelos em pé, sem conseguir confiar em nenhum dos personagens. As reviravoltas e revelações e a tensão são uma constante e o ritmo da trama não decaiu em nenhum momento.




22019297" Depois de vários minutos, a porta se abre e uma voz diz: 
- Entre, por favor.
Seja apenas você mesma, Cia - é o que penso enquanto atravesso a porta. 
Contudo, em vez de me acalmar, as palavras fazem meu coração bater mais depressa. Porque eu não estou certa de como fazer isso. Eu já não sou a mesma menina que deixou a Colônia Cinco Lagos, que acreditava que a formatura transformou de fato uma menina em uma adulta. Eu certamente não era adulta, e agora... 
Agora, depois de tudo o que já vi e fiz, me vejo obrigada a admitir que não sei exatamente quem eu sou. Entretanto, sei que preciso descobrir depressa pois essa entrevista final requer que eu mostre a eles. E essa prova acabou de começar."


O livro está narrado em primeira pessoa, sob o ponto de vista de Cia, e através dos olhos de nossa protagonista, descobrimos junto com ela em quem poderemos ou não confiar. 

Cia é uma protagonista diferente de outras garotas que já vi em distopias. Ela não é a garota fria e durona como Katniss de Jogos Vorazes, tampoco é a garota doce que entrará em choque ao descobrir que o mundo ideal não existe como a Cassia de Destino. 
Cia é valente, sem ser arrogante. É uma garota que consegue ser romântica e acreditar no amor mesmo diante de um cenário de medo e morte. Porém, Cia não se ilude facilmente. Ela tem os pés no chão, é realista e sabe escutar aos demais. Cia é inteligente e ágil, e foi ensinada por seus pais a sempre questionar tudo. Amei a personagem e pude conectar com ela desde os primeiros capítulos. Um outro ponto positivo é que Cia demonstra ser bastante madura, apesar de sua pouca idade, recém saindo da adolescência.

O outro protagonista da história é Thomas, o interesse amoroso de Cia que será o único companheiro leal dela durante O Teste. Porém, em um universo aonde nada é o que parece e ninguém é o que demonstra ser, à todo momento o leitor se questiona quem realmente é Thomas e quais são suas verdadeiras intenções.
Sob a narrativa de Cia, Thomas é um garoto doce, leal, sempre presente para os seus amigos e protetor, porém, em alguns momentos da trama a autora consegue levantar dúvidas sobre o caráter do personagem. 

Além de Thomas e Cia teremos também um extenso rol de personagens secundários, alguns bastante interessantes apesar de que neste primeiro volume não estão completamente introduzidos na história, como Mikal, um dos monitores do Teste, Brick e Will, dois novos colegas de Cia durante as provas.

O Teste é um livro recheado de momentos de pura tensão e ação, com muitos mistérios ainda à serem desvendados, personagens de personalidade duvidosa e um romance fofo que ajuda o leitor a desconectar um pouco da atmosfera sombria.

O final é um dos maiores cliffhangers que já vi desde que comecei a ler. De verdade, somos afortunados em já ter a disposição as próximas continuações da da série pois a autora nos brinda com um daqueles finais em que é impossível fechar o livro sem desejar imediatamente estar com o próximo em mãos.


______________________________________________

Resumindo, O Teste é uma maravilhosa distopia que nos lança em um cenário sombrio e apocaliptico em que nada é realmente aquilo que diz ser. Com uma protagonista valente e inteligente, para mim resultou ser um princípio de saga bastante promissor.
Um livro que se lê em uma sentada, carregado de momentos eletrizantes, com uma narrativa viciante e uma ambientação fascinante, seguramente é um presente para todos os fãs do gênero distopia.

______________________________________________





Joelle Charbonneau começou a narrar histórias através da ópera, mas hoje ela encontra a voz através da escrita. Ela vive em Chicago com seu marido e seu filho. A autora foi considerada uma das mais importantes descobertas de 2013 e a trilogia O Teste entrou para a lista de best-sellers nos Estados Unidos. Os direitos dos livros foram adquiridos para cinema pela Paramount. Ainda, a obra foi escolhida a mais importante leitura de verão pela Indie Next 2013 Summer YA Pick e uma das dez na lista Top 10 Young Adult Books for Summer, do jornal USA Today.




Beijokas!!!!!

Nos Lemos...


9 comentarios:

  1. Oi, Alice!
    Eu adquiri essa trilogia recentemente numa promoção e só me falta tempo pra ler, mas ela está na meta.
    Gente, estou agoniada agora com esse cliffhanger
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderEliminar
  2. Oi
    que bom que gostou da leitura, sempre vejo falarem bem desse livro e fico curiosa eu também curto distopia e acho a premissa interessante.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  3. Oi, Alice!
    Nunca tinha lido nada a respeito do livro, e confesso que pela capa ele não me atraiu muito, porém depois da sua resenha, vejo que estava perdendo muita coisa! Amo livros surpreendentes e o gênero dele é ótimo!
    Parabéns pela resenha, conseguiu me deixar curiosa pela leitura!

    Beijos,
    Elidiane - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Oi Alice! Primeira vez aqui em seu cantinho, e preciso dizer que amei. Parabéns!!
    Adorei sua resenha, esse é um livro que sempre entra e sai da minha lista de desejos. Agora, após ler sua opinião, ele entrou novamente só para constar rsrsrs.
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Que resenha maravilhosa, Alice! Tem tempo que não venho aqui e já me deparo com uma resenha dessas! Eu não costumo ler distopias, mas o enredo de O Teste é muito interessante, me chamou atenção e me incentivou a ler o livro. Obrigada por indicá-lo!
    Um abraço.
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderEliminar
  6. Gostei da resenha Alice. Tenho meio que o pé atrás com o gênero distopia, mas essa me pareceu ser interessante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderEliminar
  7. Oi Alice! Eu gostei bastante da trilogia e se a autora quisesse escrever um quarto livro não seria ruim, pois ela ainda tinha material para trabalhar.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  8. Amo distopias.
    Mais uma que entra para a lista!

    Beijos!
    colecionadoresdelivross.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Oi Alice,

    Eu amei este livro quando li e logo queria muito ler a continuação e depois queria ler o terceiro livro, a autora tem uma narrativa que prende o leitor, eu adoro! Não vejo a hora de ler o terceiro livro. Acho que irá gostar muito do volume dois.
    Lembrei muito de Divergente e Jogos vorazes ao ler os livros!
    Amei sua resenha, foi muito bom recordar!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderEliminar