★★★★
★★★★
★★★★
★★★★
★★★
★★★★
★★★★★

9 de febrero de 2016

(Review 50) - Um Dinheiro nada fácil

17561056Out for the Money
Janet Evanovich

Rocco / Plaza & Jamés / Pocket
1/23 de Serie Stephanie Plum
336 Páginas
Chick Lit / Humor / Romance


*** Para leer esa misma reseña en Español, haz click AQUI

Stephanie Plum poderia ser uma garota como muitas outras nascidas e criadas em Trenton, subúrbio de Nova Jersey. Quando ela perde o emprego e vê como única opção uma vaga como caçadora de recompensas, sua vida muda para sempre.

Munida de uma arma, um spray de pimenta e um par de saltos altos, Stephanie está pronta para perseguir Joe Morelli, ex-policial acusado de assassinato. Será, no entanto, que a recompensa de dez mil dólares oferecida por sua captura será suficiente para que ela não esqueça esse seu antigo amor?




Essa é uma resenha que, sinceramente, não sei por onde começar. 
One for the Money (Stephanie Plum, #1)

Essa série, Stephanie Plum, possui uma pontuação super alta no Goodreads, é quase uma unanimidade e uma referência no gênero cozy mystery (que são aqueles livros chick lit com mistério e bastante humor) e tenho que admitir que, ao terminar o livro, eu me perguntava: "Será que foi só eu que não gostou desse livro?"

Eu amo ler! E quando uma história me encanta, me prende, me envolve, eu não consigo largar mais o livro até terminá-lo. Portanto, quando eu percebo que não tenho a menor vontade de continuar uma história, eu já sei que é porque esse livro definitivamente não funcionou comigo. Assim aconteceu com Stephanie Plum.

O humor do livro é extremamente sem graça, os personagens não são cativantes. A protagonista, Stephanie Plum, até é uma garota esperta, mas não conseguiu me encantar, e os outros personagens são sem nenhum atrativo. Ok, talvez à exceção de Morelli, que foi de longe o personagem que mais gostei.

A história basicamente gira em torno de uma garota que se vê desempregada e cheia de dívidas para pagar. Não restando muitas opções, ela acaba aceitando um emprego com seu primo e se torna uma caçadora de fugitivos. Quando uma pessoa é presa e precisa pagar a fiança, muitas vezes recorre ao fiador e deve comparecer à todos os julgamentos. Quando a pessoa não cumpre os compromissos e desaparece, entra em ação esses caçadores de fugitivos ou caçadores de recompensas, como Stephanie. 
Neste caso, Stephanie tem a dura missão de conseguir capturar Morelli, um antigo amigo de infância que está sendo acusado de um assassinato e se encontra foragido. Para capturar Morelli, Stephanie termina colocando a própria vida em risco ao desvendar um mistério muito maior do que inicialmente se presumia, que inclui uma celebridade local e seu agente, um açougueiro e uma senhora misteriosa.

O livro enfoca em questões sociais bastante difíceis, mas traz o tema de uma maneira bastante ligeira, ao princípio algumas cenas me pareceram de extremo mal gosto. A autora tenta trazer o humor em situações bastante inapropriadas, a história é cansativa, as coisas demoram para acontecer e por grande parte da história, a personagem apenas dá voltas. Durante maior parte do livro temos Stephanie Plum fazendo perguntas à possíveis testemunhas e percorrendo as mesmas ruas. 

Faltou ação ao livro, faltou um romance talvez. Por mais que Stephanie e Morelli possuam química, não convencem como casal. O humor do livro não conseguiu me arrancar nenhuma risada, achei as piadas bastante vazias e em muitos casos até desagradáveis.

A narrativa da autora não está ruim, porém foi uma leitura pesada, um livro que não conseguia manter o meu interesse para ir até o fim e confesso que terminá-lo me custou algo de esforço. 

Ao final, tinha vontade de ler um livro divertido, romântico e com algo de ação e mistério, e devo dizer que continuo com vontade já que não encontrei na saga de Stephanie Plum esses bons momentos que procurava.

Não sei se continuarei lendo as continuações da série. Devo dizer que no momento não me despertam nenhum interesse e com tantas outras boas opções em livros, acho muito difícil que eu volte a ler uma série que não conseguiu me animar de maneira nenhuma.


Resumindo,um livro que poderia ser melhor se tivesse um pouco mais de ação, um mistério melhor desenvolvido, um romance mais doce... O humor também não funcionou, assim que, não há nada para ressaltar como seu lado positivo.
Infelizmente, uma leitura que eu não recomendo. 

Após estudar no colégio Douglass, (parte da Universidade Rutgers), Janet Evanovich decide tornar-se escritora, enviando diversos manuscritos para editores e recebendo inúmeras recusas. Cansada das cartas de rejeição, ela juntou tudo em uma caixa de papelão e incendiou-a. Retornou então para seu emprego de secretária, desiludida, e recebe então uma ligação telefônica de um editor interessado no livro Hero At Large, uma novela romântica, pouco lembrada na atualidade. Após doze livros escritos no mesmo estilo, ela resolve mudar e dedicar-se à novelas policiais.

Janet criou personagens carismáticas, como a impagável Grandma Mazur. Suas histórias são um completo sucesso.

A escritora vive atualmente em New Hampshire com seu marido, Pete. Seu filho, Peter, gerencia seus negócios financeiros, enquanto sua filha, Alex, cuida do site pessoal da escritora.

Web Page Oficial: http://www.evanovich.com/

Twitter: Janet Evanovich


Beijokas!

Nos Lemos...


2 comentarios:

  1. Ai meu Deus, quase fui enganada pela sinopse deste livro, rsrs. Porém, fui lendo sua resenha e pensando 'puxa vida, pra que escrever um chick-lit sem graça?' Que pena né...

    Beijo, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Oi Alice!
    Eu também sempre vejo resenhas falando bem dos livros dessa autora, mas nunca li... Que pena que você não gostou, é muito chato quando a gente começa a ler cheia de expectativas e a história não é tudo isso.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderEliminar