26 de septiembre de 2015

(Review 31) - La Paciencia de los Huesos

13108674Título Original: A Bone to Pick
Autor: Charlaine Harris
Editora: Suma de Letras / Walter & Company / Berkley Books / Punto de Lectura
Páginas: 256 Páginas
Publicação: Novembro de 2011
Gênero: Mistério / Intriga / Humor / Romance

*** Livro 2/8 - Serie Aurora Teagarden ***

**** Para leer esa misma reseña en Español, haz click AQUI ****

Ir à dois casamentos - um deles o do seu ex-namorado - e ao funeral de um dos membros de clube, já desfeito, de apaixonados pelo estudo de crimes, mantém muito ocupada à Aurora <Roe> Teagarden durante alguns meses. Por desgraça, sua vida pessoal parece ter chegado à um ponto morto. Isso, até sua sorte mudar inesperadamente.

Depois do funeral, Roe descobre que Jane Engle, a falecida, a nomeou beneficiária de uma herança considerável que inclue dinheiro, jóias e uma casa com um misterioso crânio escondido na estante embaixo da janela. Conhecendo Jane, Roe rapidamente conclui que a velha senhora deixou propositadamente para ela esse assassinato por decifrar. Para isso, ela primeiro deverá identificar a vítima e descobrir qual dos vizinhos de Jane, todos aparentemente inocentes e normais, é um assassino. E fazer tudo isso sem colocar a sua própria vida em risco...





1239424Eu ainda me lembro bem de quando li o livro 1 dessa série, Real Murders, em meados de Junho. Fiquei completamente encantada pela série e mais ainda por seus personagens sagazes. Em esta sequência, minha opinião se mantém.
Aurora é uma protagonista simples, esperta e divertida. É uma garota muito humana, às vezes um tanto confusa, e quase sempre valente. Muita vezes Aurora é distraída, mas mesmo assim prevalece sua personalidade inteligente e curiosa. Mas, infelizmente, a história dessa sequência, não conseguiu me encantar como o livro anterior.
O primeiro livro tinha, na minha opinião, um mistério melhor trabalhado, desenvolvido, e com um final mais impactante e misterioso.

Nesta segunda parte, Aurora está sozinha, tratando de tentar desvendar um mistério do qual apenas ela conhece, já não há a companhia de seus divertidos amigos e algumas partes do livro terminaram por ser um pouco chatinhas, até mesmo cansativas.
Entendo que a autora quis fazer algumas mudanças, mas acho que ela não alcançou um bom resultado, havia um vazio ao lado de Aurora, devido à ausência de um antagonista com quem a personagem pudesse interagir, ter os seus diálogos e conclusões.

Aqui temos também a introdução de um novo personagem, Madeleine, a nova mascote de Aurora, que acaba tendo mais aparições e importância do que os outros personagens secundários "humanos". Porém, acontece que, ler cerca de 100 páginas com Aurora falando e argumentando com uma gata me deixou um pouco desanimada durante a leitura algumas vezes.
Por certo, posso dizer que a vida social de Aurora não fica completamente vazia. Aqui entra o personagem de Aubrey, um sacerdote da igreja local (não se esqueçam que americanos são maioria cristãos protestantes, então, o sacerdote, pastor, ancião, diácono, pode e deve se casar, à diferença do padre e sacerdotes da igreja católica). O que acontece é que Aubrey não possui o carisma dos outros personagens do livro anterior, os ex-namorados de Aurora, Arthur e Robin. Além de que Aubrey não se envolve e não participa das investigações clandestinas de Aurora, como os outros faziam.

Quanto à história, devo dizer que ela tem sim algo de divertida e que prende o leitor, porém, não é o melhor livro da série. 
Aqui, Aurora recebe uma inesperada herança, de uma de suas colegas que faleceu, membro de seu antigo grupo, Real Murders.
Surpresa, Aurora logo descobre que seu novo patrimônio não apenas se compõem de dinheiro e jóias, mas também de uma boa casa em um bairro tranquilo de Lawrencetown.
Aurora está praticamente nas nuvens!
Até o dia em que, limpando sua nova casa, Aurora encontra um crânio de alguém desconhecido, e aquilo estava aparentemente oculto dentro da casa há já algum tempo.
À quem pertence aquele crânio? Quem o matou? Como o mataram? Onde está o restante do corpo? Porque o crânio está escondido dentro de uma casa e não no cemitério? 
Além desse mistério surgido em sua vida, Aurora deverá também lidar com outros fatos em sua vida social, como sua nova condição de herdeira, o casamento da sua amiga, a lua de mel da sua mãe, que se casou com um ex-membro de Real Murders, o clube ao qual pertencia Aurora. Além disso, Aurora deve lidar com sua nova vizinhança, incluindo os recém casados da casa da frente: seu ex-namorado Arthur e sua nova esposa grávida, Lynn.

Não gostei do final do livro. A história avança devagar e quando achamos que chegou o clímax e encontraremos alguma surpresa, o livro termina. Não gostei mesmo, esperava por pelo menos um final mais emocionante e o desfecho frustrou qualquer expectativa.
Não há humor, não há diversão, as sacadas inteligentes de Aurora são ausentes já que ela não possuí um antagonista para acompanhá-la e com quem interagir, não há ação, não há romance, apenas uma história bastante simples com um mistério que não conseguiu me envolver por completo.
Gostei da relação delicada entre Aurora e sua gatinha, mas é óbvio que isso não é suficiente para salvar o livro, faltou agilidade e a série perdeu muito em qualidade com relação ao primeiro livro.
A autora quis colocar outros personagens novos, como os vizinhos de Aurora, mas ela não tentou desenvolver a personalidade de nenhum, então por mais personagens que o livro tenha, ficou uma sensação de vazio já que não chegamos a conhecer à fundo ninguém.

O livro tinha os ingredientes necessários para criar-se uma boa história, mas ao final me deixou com uma impressão estranha, frustrada. Esperava muito mais desta continuação e tudo foi simples demais e sem nenhuma emoção.
Vou ler as sequências da série de Aurora Teagarden?
Por agora continua me chamando a atenção, de maneira que pretendo seguir dando uma oportunidade mais à esses livros. Me encanta Aurora e sua personalidade, também gosto da ambientação da história e acredito que é uma saga que tem potencial.

Em linhas gerais, La Paciencia de los Huesos (A Pick to Bone) é um livro bastante simples, em certas partes até mesmo sem graça, porém, ainda que a autora não tenha conseguido mantener a qualidade do primeiro livro, segue sendo um livro que entretém e distrai. Por se tratar de um livro relativamente curto, se lê rapidamente sendo ideal para aquela tardezinha chuvosa quando buscamos uma leitura leve que consiga nos prender um pouco por algumas horas.






Charlaine Harris Charlaine Harris (Tunica, Mississipi, 1951) é uma escritora americana. Nascida e criada perto das margens do rio Mississipi, ela começou a escrever desde que conseguiu segurar um lápis. Formada em Filosofia Inglesa, ela se especializou como escritora de histórias fantasias e mistério. Com sua série de novelas de "Aurora Roe Teagarden", ela foi indicada aos prêmios Agata em 1990 e ganhou o reconhecimento do público. A confirmação de seu sucesso chegou com "Morto até o Amanhecer" (2009), a primera parte de sua novela sobre vampiros, protagonizada por Sookie Stackhouse e ambientada no sul dos Estados Unidos. A tradução de seus livros para diversos idiomas e a adaptação da série de Sookie para a televisão transformaram os livros de Charlaine em best sellers. 

Página Web Oficial: http://charlaineharris.com/


E então? Já mergulharam nas histórias da Charlaine Harris?

Um Grande Beijo! Tenhas um maravilhoso fim de semana!

Nos Lemos !!!


4 comentarios:

  1. Oi Alice,
    Fico triste que aqui no Brasil não dão valor aos livros da Charlaine, são poucos lançados por aqui.
    Acho que até hoje não terminaram de lançar os de True Blood haha
    Aliás, só li o primeiro de True Blood e curti, queria ler mais dela.

    Esse da Aurora fiquei bem curiosa porque o Hallmark Channel ta adaptando né? Fiquei curiosa pra assistir os filmes, também.

    Ótima resenha, uma pena que decepcionou.

    bjs e tenha um ótimo domingo.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. É realmente uma pena Nana. A Charlaine é uma autora talentosa, e essa série da Aurora é boa, fez muito sucesso em outros países, inclusive na Espanha e Argentina, os personagens são bons e a Aurora é uma protagonista fácil de amar, muitos dizem que essa série é melhor do que a da Sookie. Infelizmente as editoras precisam Vender então elas vão movidas pelas modas do momento, aqueles autores "curinga" que alavancam as vendas e acabam deixando para trás lvros até mais antigos, mas que são uma delicia de ler. Acho triste isso.

      Beijokas

      Eliminar
  2. Este comentario ha sido eliminado por el autor.

    ResponderEliminar
  3. Oi Alice,

    Nunca li nada da autora, mas tenho vontade. Fico deixando pra depois e acabo que não lendo nada. Gostei da sua resenha, você foi bem sincera. Mas com certeza não começaria por esse.

    Beijos!

    Cintia
    http://www.theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar