★★★★
★★★
★★
★★★★★
★★★★
★★★★
★★★★

5 de agosto de 2015

(Review 15) - Legend

9275658Título Original: Legend
Autor: Marie Lu
Editora: Putnam Juvenille
Páginas: 305 Páginas
Publicação: Novembro de 2012
Goodreads
Livro 1/3 - Trilogia Legend

SINOPSE:

Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 d.C, na atual República da América, conta a história de um rapaz - o criminoso mais procurado do país - e de uma jovem - a pupila mais promissora da República -, cujos caminhos se cruzam. 
O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos, é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com os seus vizinhos. 
Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. 
Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim.



RESENHA:


15771654Estou sem palavras para descrever o quanto esse livro me prendeu. É o tipo de livro que você não consegue largar até a última página, seja ela qual for. Marie Lu nos desperta um monte de emoções, choque, angústia, aflição, tristeza e quando você termina o livro, você pode entender claramente porque esse livro é tão comentado, porque Marie Lu é tão reconhecida, porque a Warner Bros comprou os direitos para adaptar para o cinema, etc. 
Legend é um livro que já começa com muita ação. Marie Lu não te faz perder tempo em introduções excessivamente largas, é um livro que você lê muito rápido e o universo criado por Marie Lu é tão verdadeiro, tão bem descrito, que você consegue imaginar claramente como seria a vida na República.
Day é um personagem que te conquista em poucas páginas e te faz sofrer com ele, do princípio ao fim. Embora seja um personagem jovem (15 anos de idade), ele é muito maduro, cheio de dor, vivendo em um mundo sem esperanças onde foi classificado como um marginal sem nenhuma razão aparente, e o mais apaixonante em Day, é que embora ele tenha vivido uma vida de dor, ele não é um personagem amargo ou incrédulo, a personalidade e a paixão de Day foram imutáveis, não é um personagem que vai passar 50% do livro reclamando da vida. Day é o tipo de garoto que se preocupa com a família e tenta protegê-los, ama infinitamente seus pais e seus irmãos, e é leal aos seus poucos amigos. É um garoto apaixonante e diferente da maioria dos personagens masculinos que eu já li.
June começa o livro completamente cega de ilusão por sua República. Pudera! Ela é uma garota que sempre teve tudo, vista como um prodigio e extremamente bem tratada aonde quer que esteja. Obviamente ela crê no que pode ver e o que ela vê é uma visão bonita da República e não o seu lado mais obscuro. June é uma soldado, um prodígio, leal à República e seus interesses, possui um cargo de confiança, assim como seu irmão, Metias. É um personagem que, embora não seja tão cativante quanto Day, também tem excelente desempenho. Ela teve seus erros (e acredite, foram erros brutais e cruciais para os rumos da história), mas quando terminei o livro, estava satisfeita com June. É um personagem que vai tendo uma mudança positiva ao longo das páginas, e são essas mudanças que dão tom à história. June perdeu seus pais muito cedo e tem apenas ao seu irmão, Metias, e quando ela se vê sozinha e começa a despertar para a verdade, ela tem uma humildade incrível de reconhecer seus erros, aliado à força de suportar grandes perdas, ou seja, a gente acaba gostando muito dela com o passar das páginas.
Metias, embora não seja um protagonista e acabe sendo assassinado logo no começinho do livro, também tem uma importância grande já que June tem alguns flashbacks com ele e mensagens e pistas são deixadas por ele, e por meio disso, temos uma idéia de quem é Metias e ele é mais um personagem adorável, bem desenvolvido por Marie Lu e que ainda deve ser peça chave para mais alguns mistérios.
Legendo foi um livro que acabei lendo super rápido, com uma história viciante e fácil de entender. Há situações fortes e dolorosas, que te deixam com as emoções por um fio e o coração em pedaços. 
Toda a narrativa do universo criado por Marie Lu é muito convincente e envolvente, você realmente consegue enxergar aquela Los Angeles destroçada, destruída e devastada (sim, esqueçam Hollywood, a LA de Marie Lu é bem diferente). Podemos sentir toda a frieza, medo e emoções de cada personagem, e a sensação opressora daquele governo obscuro. O livro é cheio de ação (bem ao estilo Divergente / Jogos Vorazes) e há também bastante intrigas, a gente nunca sabe quem é vilão ou não, quem mente e quem diz a verdade.
Para todos os amantes de Jogos Vorazes (Susanne Collins), Divergente (Veronica Roth), Pawn (Aimée Carter), O Teste (Joelle Charbonneau), etc, Legend com certeza irá agradar e muito. Eu recomendo!

PONTUAÇÃO: 


Um Grande Beijo à todos! Nos Lemos!!!!

18 comentarios:

  1. Eu sou tãaao resistente à distopias....Na verdade nunca tentei ler nenhuma acredita? Preciso resolver isto, só vejo falarem bem desta...quem sabe né.

    Beijos, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/
    Face - http://migre.me/r3GTg

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Van, antes de começar a ler distopias eu tb pensava que era um gênero que não iria gostar, mas depois da primeira que li fiquei viciada e hoje é um dos gêneros que mais leio. De repente você também pode gostar, eu te indico, é bem legal

      Beijokas

      Eliminar
  2. Olá,
    Eu tenho o livro aqui em casa, mas ainda não li, em parte por falta de tempo, em parte por andar saturada de distopias e estar achando todas muito semelhantes. Mas a verdade é que também não pretendo realizar a leitura por agora.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Inês, às vezes um único gênero satura mesmo. Quando vc estiver no clima, te indico, é um livro muito bom

      Beijokas

      Eliminar
  3. Oi Alice!
    Essa trilogia é aquela típica história onde se tivessem uma classificação de 10 estrelinhas, eu dava as 10 estrelas.
    É otima!!
    Deu até vontade de ler novamente rs
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Verdade Carla!

      A escrita da autora é muito boa, e as surpresas que a história traz surpreendem a gente né? Os personagens tb são show

      Beijokas

      Eliminar
  4. Nunca tinha visto informações sobre esse livro e, confesso que, sua resenha me deixou com vontade de lê-lo.
    Adorei a forma como você resenhou o livro.

    Amei o seu blog!!
    Beijokas!!!
    http://viciadasemlivros911.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Obrigada Kênya!!!

      Eu te indico o livro sim, eu gostei muito

      Beijokas

      Eliminar
  5. Livro é livro com todos esses adjetivos que você falou em sua resenha. Adoro histórias distópicas, e esse livro com certeza eu preciso ler por motivos de: adorei sua resenha, quero adorar e ler a história também!

    Aguardo sua visita :)
    http://porredelivros.blogspot.com/2015/08/resenha-fragmentados-do-autor-neal.html

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Leia !!! Te indico 100 vezes de verdade! Acho que vc vai gostar muito

      Beijokas

      Eliminar
  6. Eu descobri recentemente que se tratava de uma distopia. Não estou tão desesperada por ele, mas gostaria de lê-lo um dia.

    Seguindo o blog! ;**
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  7. O que eu mais gosto da distopia Legend é que você tem dois pontos de vistas: um que já sofreu muito com o regime político e outro que está dentro do regime e não enxerga ele totalmente, sem se esquecer do quanto os personagens são cativantes!

    Blog: Dei um Jeito || Participe do Sorteio

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Verdade Giovana ! Day foi meu preferido de sempre, mas eu tb gostei da June, o legal é isso, amamos os dois mesmo sendo diferentes

      beijokas

      Eliminar
  8. Eu amei esse livro. Eu ganhei em um sorteio e não esperava nada dele, mas quando li me apaixonei. Acabei de terminar a trilogia e adorei. É um livro melhor que o outro e os personagens são incríveis. Parabéns pela resenha.

    Blog Prefácio

    Blog Prefácio

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. É o tipo de livro que faz a diferença. Lendo a sinopse parece que é mais do mesmo de sempre no gênero da distopia, mas a narrativa da Marie Lu e os personagens maravilhosos marcam e fazem a diferença com certeza

      Beijokas

      Eliminar